ptzh-CNen

  • Home
  • Formação
  • “China e Extremo Oriente: identificando desafios e definindo o futuro”

“China e Extremo Oriente: identificando desafios e definindo o futuro”

O Observatório da China tem o prazer de se associar à divulgação do curso de verão “China e Extremo Oriente: identificar desafios e definir o futuro”, que terá lugar de 8 a 12 de julho de 2019. As candidaturas estão abertas até ao próximo dia 28 de junho!

Data: 8 – 12 julho

Horário: 18h – 22h30

Preço: 100 € (público em geral) e 50 € (estudantes)

Candidatura e inscrição: 35 €

Créditos: 6 ECTS

Idioma: Inglês

O curso é coordenado pelos investigadores Virgínia Trigo (BRU-IUL), Nelson António (BRU-IUL) e Cátia Miriam Costa (CEI-IUL). Terá uma duração de 20 horas, decorrendo de segunda a sexta-feira em horário pós-laboral, entre as 18h e as 22h30. A organização está a cargo do Centro de Estudos Internacionais  (CEI-IUL) e do Instituto para as Políticas Públicas e Sociais  (IPPS-IUL), do ISCTE-IUL. O curso é direccionado a estudantes universitários, diplomatas, militares, empresários e profissionais com interesse sobre a evolução e a situação política, económica e societal contemporânea da China e da Extremo Oriente.

A região da China e Ásia Oriental está no centro do mundo de hoje. Assentando sobre uma vasta e rica história e cultura, esta região conseguiu permanecer na vanguarda do comércio e desenvolvimento tecnológico. O estudo da China e Ásia Oriental deixou de se focar exclusivamente na vertente linguística e literária, estando em constante expansão, acompanhando a inevitável importância e dinamismo da região em várias áreas desde a política, economia, comércio, ou negócios. Junte-se a nós a estudar e debater o papel central desta região nas relações internacionais de hoje.

Estrutura do programa

  1.  Introdução à realidade da China e do Extremo Oriente, por Virgínia Trigo, Nelson António, Cátia Miriam Costa.
  2. As economias da China e do Extremo Oriente: estrutura e estratégias de longo prazo, por Virgínia Trigo, Nelson António, Eduardo Costa Dias.
  3. Ciência, tecnologia e sistemas de inovação, por Sandro Mendonça.
  4. Fazer negócio com e entre decisores do Extremo Oriente, por Virgínia Trigo e David Mah,
  5. Portugal e o Extremo Oriente (perspetiva histórica), por Cátia Miriam Costa.
  6. Segurança e balança de poderes no Extremo Oriente, por Cátia Miriam Costa.
  7. Cidades “Hub” e estabelecimento de redes, por Rodrigo Faustino.
  8. Viver e trabalhar na China, por Virgínia Trigo.
  9. Sociedades e culturas do Extremo Oriente, por Álvaro Rosa.
  10. Mesa-redonda final

Candidate-se aqui!