ptzh-CNen

Maior acionista da EDP e novo acionista da Mota-Engil na "lista travão" dos EUA.

A China Three Gorges, maior acionista da EDP, e a China Communications Construction Company, o novo acionista da Mota-Engil, estão na lista negra do departamento de defesa norte-americano. A lista é de 28 de agosto. São empresas qualificadas como sendo "companhias militares comunistas chinesas".

É vasta a lista de empresas apontadas como "companhias militares comunistas chinesas", às quais se juntaram a 28 de agosto mais onze. Desta vez foram incluídas a China Three Gorges (CTG), detentora de 21,55% da EDP, o que a torna a maior acionista da elétrica portuguesa. E a China Communications Construction Company (CCCC), empresa que passou a deter recentemente 30% da Mota-Engil. A lista pode ser consultada no sítio do US Department of Defense (DOD).

A EDP tem nos EUA um dos seus principais mercados, e a presença é especialmente relevante para a EDP Renováveis. Questionada pelo Expresso sob o impacto desta decisão, a EDP não quis comentar.

A Mota-Engil também não quis comentar. A construtora liderada pela família Mota não tem atividade nos EUA.

O facto de as empresas estarem na lista não significa que estão impedidas de fazer negócios nos EUA, mas é um travão, já que do ponto de vista do governo norte-americano comportam risco e ficam sob especial escrutínio.

 

Ler artigo completo em: Expresso