ptzh-CNen
  • Home
  • Notícias
  • China-AL
  • Presidente da Huawei no Brasil avisa que o país vai pagar mais por 5G se a empresa for banida.

Presidente da Huawei no Brasil avisa que o país vai pagar mais por 5G se a empresa for banida.

Baocheng afirma que, sem a empresa, a evolução da tecnologia demoraria até quatro anos para ser iniciada.

A familiaridade com a cultura local deu um empurrão para que, neste ano, ele assumisse o comando da Huawei, gigante global de equipamentos de rede de telefonia e internet, aceitando um dos maiores desafios desde que a companhia se instalou no país, há duas décadas.

Alvo de uma disputa global entre EUA e China, a Huawei corre o risco de ser banida do fornecimento de equipamentos para as redes de 5G no Brasil devido a um alinhamento estratégico entre Jair Bolsonaro e o presidente dos EUA, Donald Trump.

Fornecedora preferida das operadoras locais, a fabricante está presente em praticamente todas as redes.

Baocheng afirma que, sem a Huawei, a evolução da tecnologia de quinta geração demoraria até quatro anos para ser iniciada porque as teles teriam de trocar todos os equipamentos, que não conversam com o 5G dos concorrentes. Isso tornaria a evolução da telefonia mais cara para os brasileiros.

Durante entrevista à Folha, feita por videoconferência e com ajuda de uma tradutora do chinês para o português, Baocheng resistiu em dizer com quem fala junto ao governo para tentar reverter o possível banimento de sua empresa do mercado de 5G.

 

Ler artigo completo em: Folha de São Paulo