ptzh-CNen

População de Xinjiang aumenta 18,5% na última década.

A população da Região Autônoma de Xinjiang Uygur, no noroeste da China, aumentou 18,52% de 2010 a 2020, mostrou o sétimo censo populacional do país.

A população permanente de Xinjiang atingiu 25,85 milhões em outubro de 2020, um aumento de cerca de 4,04 milhões em relação ao sexto censo populacional do país em 2010, mostraram os dados mais recentes do censo divulgados segunda-feira pelo departamento de estatística regional.

A taxa de crescimento populacional da região na última década foi 13,14 pontos percentuais superior à média do país.

De acordo com os dados, o crescimento estável da população deve-se ao desenvolvimento econômico e social da região. Nos últimos anos, Xinjiang atraiu um grande número de pessoas para investir e fazer negócios na região, graças ao seu ambiente estável e harmonioso.

Do total da população permanente em Xinjiang, o grupo étnico Han representa 42,24%, enquanto as minorias étnicas representam 57,76%. O grupo étnico uigur sozinho responde por 44,96 por cento.

Em comparação com o sexto censo populacional, a população de grupos étnicos minoritários em Xinjiang aumentou 14,27%, ou mais de 1,86 milhão, mostraram os dados. A taxa de crescimento foi 4,01 pontos percentuais maior do que a das minorias étnicas em todo o país.

A população do grupo étnico uigur cresceu 1,62 milhão, ou 16,2% em relação a uma década atrás.

A região tem uma população bastante mais jovem. A proporção de pessoas com 60 anos ou mais era de 11,28%, em comparação com 18,7% em todo o país.

O número de pessoas com educação universitária aumentou para 16.536 por 100.000 de 10.635 por 100.000 pessoas em 2010, mostraram os dados do censo. Isso é 1.069 pessoas a mais que a média do país.

O número de pessoas que receberam o ensino médio subiu para 13.208 por 100.000 pessoas, de 11.582 por 100.000 em 2010, mostraram os dados do censo.

A taxa de analfabetismo da região era de 2,66%, 0,01 pontos percentuais abaixo da média do país.

Os dados do censo também mostraram que o número de pessoas vivendo nas cidades e vilas em Xinjiang representava 56,53% da população total da região, enquanto aqueles que viviam no campo representavam 43,47%. Em comparação com o censo de 2010, a proporção da população urbana aumentou 13,73 pontos percentuais.

China.org.cn