ptzh-CNen

China distribui mais fundos para impulsionar finanças inclusivas em 2021.

A China alocou um fundo especial de 9,22 bilhões de yuans (US$ 1,43 bilhão) para desenvolver as finanças inclusivas em 2021, um aumento de 31,2% ante o nível de 2020, anunciou o Ministério das Finanças em uma declaração.

A medida visa apoiar o empreendedorismo e a inovação e encorajar os governos locais a promover o pequeno e microfinanciamento, acrescentou a declaração.

As finanças inclusivas cobrem serviços financeiros oferecidos por instituições financeiras a microempresas, agricultores, pessoas de renda baixa, deficientes e idosos.

Até agora, mais de 36 milhões de pequenas e microempresas e indivíduos autônomos tiveram acesso aos empréstimos inclusivos, disse Yi Gang, presidente do Banco Popular da China, banco central do país.

O banco central continuará ajudando a impulsionar as finanças inclusivas depois que tem aumentando o suporte financeiro para as pequenas e microempresas e indivíduos autônomos nos últimos anos, disse Yi no 13º Fórum Lujiazui em Shanghai na quinta-feira passada.

Xinhua