ptzh-CNen

China inicia litígio na OMC contra Austrália.

A China apresentou nesta quinta-feira um caso de disputa no âmbito do mecanismo de solução de controvérsias da Organização Mundial do Comércio (OMC) sobre as medidas antidumping e antissubsídios da Austrália contra algumas importações chinesas, informou o Ministério do Comércio chinês.

A disputa envolve medidas comerciais australianas impostas ou estendidas sobre as importações de rodas ferroviárias, torres eólicas e pias de aço inoxidável da China em 2019 e 2020, de acordo com o ministério.

A China se opõe ao abuso de medidas comerciais, pois isso não só prejudica os direitos legítimos das empresas chinesas, mas também prejudica a solenidade e a autoridade das regras da OMC, disse Gao Feng, porta-voz do ministério.

Ao entrar com a disputa, a China espera proteger os direitos das empresas chinesas e a autoridade e a eficácia do mecanismo de comércio multilateral e da OMC, explicou Gao em uma coletiva de imprensa.

A China espera que a Austrália tome medidas concretas para corrigir as ações erradas, evitar distorções comerciais e trazer as atividades comerciais relacionadas de volta aos trilhos, acrescentou.

Xinhua