ptzh-CNen

Atletas olímpicos brasileiros irão receber vacinas da Sinovac e da Pfizer

O governo brasileiro anunciou, nesta terça-feira, que inoculará os atletas olímpicos e paraolímpicos do país com vacinas contra COVID-19 doadas pela chinesa Sinovac e pela norte-americana Pfizer.

Segundo as autoridades, cerca de 1.800 brasileiros que participarão dos Jogos de Tóquio, incluindo treinadores, médicos, dirigentes e jornalistas, receberão as suas primeiras doses nos próximos dias.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse numa entrevista coletiva, que irão “vacinar os nossos atletas olímpicos e as suas comissões técnicas para garantir que esses atletas possam desempenhar muito bem as suas capacidades nos Jogos Olímpicos de Tóquio e trazer bastante medalhas.”

Ele acrescentou que a decisão de vacinar os atletas foi tomada pelo presidente Jair Bolsonaro e acatou os conselhos de especialistas em saúde.

As doses serão administradas nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza, Porto Alegre, Brasília e Belo Horizonte.

As Olimpíadas de Tóquio irão acontecer de 23 de julho a 8 de agosto, tendo sido adiadas por um ano por causa da pandemia do coronavírus.

Segundo o Comité Olímpico Brasileiro, mais de 200 atletas brasileiros já se classificaram para os Jogos e o número pode chegar a 250 ou 300.

XINHUA PORTUGUÊS