ptzh-CNen

China eliminará subsídios para novas estações fotovoltaicas e projetos de energia eólica em terra.

A China tirará os subsídios para novas estações fotovoltaicas centralizadas, projetos fotovoltaicos distribuídos e projetos de eletricidade eólica em terra do orçamento do governo central em 2021 e alcançará a paridade da rede, anunciou nesta sexta-feira a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (CNDR), principal planejador econômico do país.

Em vigor a partir de 1º de agosto, as políticas visam promover o uso eficiente dos recursos e o desenvolvimento de alta qualidade de novas indústrias energéticas, como eletricidade fotovoltaica e eólica, disse a CNDR em uma circular online.

A eletricidade gerada a partir de novos projetos de energia renovável deve corresponder aos geradores locais de eletricidade a carvão no preço, ou definir seu preço de rede através do comércio de mercado em 2021, de acordo com a circular.

A partir de 2021, os preços da eletricidade para os recém-aprovados projetos de eletricidade eólica e solar em terra serão decididos pelas autoridades de preços das regiões de nível provincial onde estão localizadas.

A circular também incentiva os governos locais a implementarem políticas para apoiar o desenvolvimento sustentável e saudável das indústrias de energia renovável.

Xinhua