ptzh-CNen

Projeto chinês de habitação pública concluído em São Tomé e Príncipe

Segundo avançou a Embaixada chinesa em São Tomé e Príncipe, está concluída a construção de cinco edifícios de habitação pública na ilha de São Tomé, com um total de 60 apartamentos, financiados pela China.

A Embaixadora Xu Yingzhen acompanhou na terça-feira o Primeiro-Ministro são-tomense, Jorge Bom Jesus, numa inspeção aos edifícios.

Segundo um comunicado, o governante agradeceu à China pela assistência dada no projeto e elogiou a qualidade de construção da habitação social.

Os edifícios irão em breve ser entregues às autoridades locais, disse Xu Yingzhen.

A construção deste projeto, que inclui três edifícios no distrito de Cantagalo, no sul da ilha de São Tomé, e dois em Lobata, no norte, arrancou em 2019, no âmbito de um acordo que prevê a construção no total de 200 apartamentos em São Tomé e Príncipe até 2024.

Fórum Macau